Polícia detém estudante que vendia videoaulas ilegais por R$ 1,5 mil

Depois de quatro meses de investigações, policiais civis prenderam na tarde desta terça-feira (20/5) um estudante de medicina suspeito de copiar videoaulas na internet e revendê-las com auxílio das redes sociais. O jovem de 24 anos, que não teve o nome divulgado pelos investigadores, foi preso em uma faculdade particular do Gama. Como não houve flagrante, depois de ser ouvido pelos agentes da 14ª Delegacia de Polícia (Gama), ele foi liberado.

De acordo com a polícia, o universitário mantinha uma página na internet para divulgar a venda das aulas, que eram copiadas de um curso on-line de uma empresa sediada no Rio de Janeiro. Há pelo menos cinco meses, o rapaz fazia a revenda ilegal. Os compradores entravam em contato com o suspeito pela internet e, após escolherem o curso que tinham interesse, pagavam cerca de R$ 1,5 mil pela cópia.

Em depoimento à polícia, o jovem confessou a violação de direito autoral. Segundo o delegado da 14ª DP, Alberto Rodrigues, a denúncia partiu da empresa responsável pela distribuição dos materiais. O estudante não tinha passagens pela polícia. Agora, vai responder em liberdade pelo crime, cuja pena é de até quatro anos de prisão. A direção das Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central (Faciplac) informou que nesta quarta-feira (21/5) vai publicar uma nota de esclarecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *